A 17ª Festa Nacional do Moranguinho teve lucro de R$ 515.750,60. O relatório com os resultados financeiros e os números de público de público, comercialização de morangos e outras informações foi divulgado na manhã desta quarta-feira (dia 1º), em uma reunião no gabinete do prefeito Fábio Persch.

O presidente da Festa, César Baumgratz, ressaltou que a programação (ocorrida de 7 a 24 de setembro) atingiu plenamente suas metas sociais, culturais, econômicas e financeiras. Mais do que isso, representou recordes que colocaram o evento máximo de Bom Princípio em um novo patamar.

A Festa do Moranguinho movimentou R$ 2.028.518,26, entre receitas de ingressos, patrocínios, venda de espaços e outras fontes. O evento atraiu este ano um público recordista de 124,7 mil pessoas, que assistiram a 224 apresentações artísticas nos diversos espaços da festa e consumiram 26,4 toneladas de morangos entre outros números (veja as tabelas abaixo).

Destinação
O lucro da Festa do Moranguinho está depositado na conta da Associação Comunitária de Bom Princípio, mantenedora do evento. A destinação final da cifra ainda será definida em conjunto entre a Comissão da Festa e a prefeitura. “Antes de qualquer ganho financeiro, a festa foi sucesso pela sua representatividade. A marca do morango e do próprio evento se fez mais forte, deixando Bom Princípio em destaque. O que valorizou a agricultura familiar e a cultura local”, reforçou Baumgratz. “São os chamados valores intangíveis, mais do nunca também importantes.”

Os valores de receitas e despesas foram esmiuçados pelo tesoureiro da Comissão Organizadora, Paulo Backes, que fez questão de sublinhar a seriedade da gestão financeira. “Nós administramos a festa como se fosse nossa casa, nossa família”, completou.

“Conseguimos trazer a Festa do Moranguinho ao nível de festas renomadas no Estado como Festa da Uva (de Caxias do Sul), Feira do Peixe (Tramandaí) e Expointer (Esteio)”, comentou o prefeito. “Alcançamos bons números em todos os sentidos. Inclusive pela parceria com a Rádio Alegria que trouxe os shows maiores sem risco de prejuízo para nossa festa.

Ao final da reunião César oficializou a prestação de contas ao prefeito e ao presidente da Câmara de Vereadores, Dárcio Schneider, com a entrega do ofício apresentando os números gerais, junto com os comprovantes de receitas e despesas.

Confira alguns números :
Público de 7 a 24 de setembro:
124.700 pessoas

Quantidade de morangos consumidas na Festa:
19.700 quilos in natura
6.700 quilos nos derivados
Total = 26.400 quilos

Venda de chopp:
26.780 litros nas 13 copas de entidades do município
4.700 litros no Biergarten
Total = 31.480 litros

Mostra de Morangos:
117 expositores de 11 variedades de frutas
– 85 de Bom Princípio
– 17 de Feliz
– 14 de São Sebastião do Caí e
– 1 de Tupandi
Foram quatro amostras por expositor, com cinco trocas durante a festa, totalizando 2.340 amostras expostas e avaliadas

Atrações artísticas:
224 espetáculos em todos os palcos do evento
8 shows nacionais
2 atrações internacionais

Espaços comerciais:
32 estandes do Camelódromo
36 no Centro de Convivências
60 no Ginásio
20 pontos de alimentação
25 espaços externos
11 espaços na Agricultura Familiar
Total – 184 espaços

Deixe seu comentário