foto: Quinto Batalhão Montenegro

Contravenção. Pavilhão está cercado por tapumes, que serviam de disfarce

Agentes do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e alunos-soldados da Escola de Formação de Soldados (EsFes) Montenegro estouraram um bingo clandestino na cidade. A operação ocorreu na noite da última quinta-feira, dentro das ações da Operação Avante Tiradentes. A jogatina funcionava em um prédio alugado, onde por muito tempo havia uma gráfica, bem na parte mais movimentada na rua Capitão Cruz, próximo à esquina com Osvaldo Aranha, no Centro.

Os policiais chegaram lá atendendo a uma séria de denúncias da comunidade, inclusive de familiares de jogadores, que relataram que esses estariam deixando grandes quantias de dinheiro no local em função do vício. Esses cidadãos pediam providências contra a casa de jogos de azar clandestina naquele endereço. Durante a batida, a Brigada Militar (BM) encontrou vários apostadores no local. Todos foram intimados a assinar Termo Circunstanciado (TC).

O bingo era equipado com 10 máquinas caça-níqueis, além de aproximadamente 50 monitores para jogo de bingo. Aos responsáveis – que alugaram o pavilhão – também foram confeccionados Termos Circunstanciados e responderão por contravenção penal. A identidade dos acusados não foi divulgada. O material todo foi apreendido. Uma câmera e um segurança controlavam o acesso restrito à área de jogos.

O prédio é cercado por tapumes, simulando a realização de uma obra no local.

 

 

Deixe seu comentário