Piquete Herança fará sua festa para preservar a tradição e o evento Farroupilha de Montenegro

Cultura. Apesar de não haver atividades na programação oficial da Semana Farroupilha 2018 no Parque Centenário, tradicionalistas mantêm seu evento

O fato da Prefeitura de Montenegro não ter organizado nenhum evento da Semana Farroupilha no Parque Centenário, não fez os tradicionalistas abrirem mão do acampamento. Após negociação, o Governo Municipal voltou atrás e liberou o espaço, garantindo os chuveiros e sanitários do Ginásio Azulão. Nesta semana, as barracas que surgiam elevavam a mesma resistência que moveu os Farrapos contra o Império.

O primeiro a fincar palanque na área verde foi o Piquete Herança de Arte e Tradição. Esse é um grupo de amigos e familiares que amam a cultura gaúcha, e por isso mesmo não aceitou que em 2018 não acontecesse a reunião cultural. O vice-patrão Gabriel da Silva Martineli recorda das reuniões com o Executivo, agendadas pelo Chefe de Gabinete, Edar Borges Machado.

Com apoio do vereador Valdecir Alves de Castro (PSB) e do presidente da Associação Tradicionalista Montenegrina (ATM), Márcio Luciano Mombach; deixaram claro que, mesmo sem uma única apresentação artística ou rodeio, os gaúchos queriam estar no Centenário. “Há 10 anos a gente acampa aqui. Pedimos permissão para manter nossa tradição”, declarou Martineli.

O patrão do Herança, Wilson Aguiar, concorda que essa também é uma forma de resistência, para evitar que com o tempo a Semana de forma macro seja esquecido de vez no calendário de eventos. “Para nós vale assim mesmo (sem eventos). O que a gente quer é fomentar a cultura. Manter a tradição gaúcha”, reitera, com apoio do vice-patrão. O piquete receberá em torno de 40 integrantes.

Mas, neste sábado, quando houver uma confraternização, devem se reunir mais de 100 pessoas. Até mesmo música gauchesca ao vivo será promovida. Martineli defende o acampamento com fogo de chão, roda de chimarrão, violão, churrasco e fogão campeiro. Todos elementos típicos para mostrar aos jovens a raiz da história e cultura do Rio Grande do Sul.

Aguiar levará seus filhos, pois acredita que assim o Tradicionalismo será perpetuado. Nesta quinta-feira, todos estavam satisfeitos com água e luz na área verde. No entanto, não se esqueceram de solicitar aos governantes que não deixem a Semana Farroupilha se reduzir aos eventos nas entidades. Isso acabará por afastar os montenegrinos da comemoração e, por consequência, da preservação da cultura.

A Administração Municipal confirma que – atendendo aos apelos – autorizou o uso do local entre os dias 13 a 20 de setembro. A liberação é uma iniciativa do Prefeito Municipal, Kadu Müller, por entender o quão representativo é a atividade junto aos festejos.

Deixe seu comentário