Continuamos a caminhada pascal, na busca incessante de fazermos a experiência do ressuscitado, esta que é fundante e fundamental no processo da fé cristã. Ela só subsiste a partir do encontro com Jesus Cristo, Aquele que foi morto e crucificado pelas autoridades, mas que Deus constituiu como juiz dos vivos e dos mortos.
Abandonar a fé. Esquecer do caminho do Senhor. Rejeitar Deus. Estas são algumas das possíveis atitudes de qualquer pessoa humana que não tenha feito uma experiência de Deus em sua vida. Assim fora também com o povo no tempo em que rejeitaram Jesus. Pedro, em nome da comunidade, faz o mesmo enxergar tudo que aconteceu e alerta-os que agiram por “vil ignorância”, ou seja, por não compreenderem realmente o que significa o projeto de Deus.
Muitos que se dizem “cristãos” que abandonam os caminhos da fé, gerando em si uma indiferença religiosa, excluindo Deus de suas escolhas e caminhos a serem traçados, são fruto de uma vivência de “fé” frágil, descompromissada, sem compreensão do sentido do ser cristão.
Os discípulos tornam-se missionários depois que experienciaram o encontro com Jesus ressuscitado. A grande questão que se levanta para nossos dias é esta: como podemos fazer em nossos dias a experiência com Jesus Cristo? Por mais que se perca sempre mais o sentido de pertença à comunidade, é nela, sobretudo, que vivenciamos o sentido mais profundo da fé, isto é, o encontro com o Senhor.
Os três pilares fundamentais para isto são: a escuta atenta da Palavra de Deus; o convite a participarmos da ceia, quando o próprio Jesus nos prepara o banquete e nos convida: “vinde comer”; e, por fim, o amor fraterno, a caridade como expressão viva do amor de Deus em cada e por cada um de nós.
Portanto, a expressão máxima da adesão à fé cristã é sermos discípulos missionários, estes que nascem do encontro real com Jesus, sendo verdadeiras testemunhas daquilo que vimos e ouvimos e queremos anunciar aos nossos irmãos.
Pe. Ricardo Nienov – Pároco

PROGRAMAÇÃO:
13/04 – 20h – terço dos homens na igreja São Pedro e São Paulo
14/04 – 8h30 – catequese com os pais da 1ª eucaristia – 1º encontro
14h – encontro dos ministros extraordinários da comunhão
15h30 – missa no bairro Bela Vista
17h – missa na comunidade N. Sra. Aparecida c/ entrega do CREIO
17h – celebração da palavra na comunidade São Pedro – Potreiro Grande
18h – missa na comunidade N. Sra. Aparecida – Assentamento
19h – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
20h – casamento de Alessandro R. M. e Silva e Luciana Cardoso
20h30 – jantar alusivo aos 6 anos do Movimento “Cenáculo de Maria” – salão paroquial
15/04 – 9h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva c/ 1ª eucaristia
10h – missa na comunidade Santo Antônio – Aeroclube
10h – missa na comunidade N. Sra. da Glória – Germano Henke
19h – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
20h – reunião dos catequistas de crisma – salão paroquial
16/04 – 18h15 – preparação da liturgia do fim de semana
19h30 – catequese com os pais da 1ª eucaristia – 2º encontro
17/04 – 19h – missa na comunidade Sagrado Coração de Jesus – Tanac
19h30 – leitura orante no centro catequético
18/04 – 19h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva – missa da família.
INSCRIÇÕES PARA A CATEQUESE – Estão abertas as inscrições dos nascidos em 2006 ou antes) e para a catequese com adultos, a partir dos 16 anos. Procurar a secretaria ou fone 3632-1951.

Deixe seu comentário