Neste domingo, a Igreja celebra aquele que teve um papel importantíssimo na história da salvação. Enviado por Deus, João Batista chegou para preparar os caminhos do Senhor, apontando para Jesus como o Salvador da humanidade.
No evangelho que narra a vinda e a apresentação do precursor ao Templo, percebemos, pela atitude dos pais, Zacarias e Isabel, que o menino era fruto da infinita misericórdia de Deus. O nome João traz consigo esse significado, ou seja, Deus foi misericordioso com a família. João é fruto da bondade incomensurável de Deus, logo nos recorda que o Senhor jamais abandona seu projeto de amor para com a humanidade, ao contrário, sempre age através de pessoas em favor da mesma.
Um sinal muito significativo da narração aponta para o “desprendimento da língua” de Zacarias. Ele ficara mudo ao duvidar da capacidade e do poder de Deus que prometera um filho a Isabel. Quando deixamos de crer na força de Deus e sua ação na história, igualmente nos tornamos incapazes de proclamar suas maravilhas, pois as mesmas só são percebidas a partir da fé incondicional no Senhor.
Desse modo, ao soltar a língua, ele pode professar: “João é o seu nome”. Isto confirmava aos ouvintes a ação graciosa de Deus em suas vidas. Num mundo sempre mais racionalista e imediatista, que preza pela racionalidade diante de todos os fatos, perdemos a dimensão do mistério, própria do agir divino na história humana. Somente abrindo-nos ao mistério e acolhendo-o em nossas vidas, poderemos perceber a realização dos projetos divinos em nós e através de nós.
Portanto, ao celebrarmos esta solenidade, tão significativa para a Igreja, nossa diocese e município, peçamos o dom da fé, para assim podermos reconhecer as grandes maravilhas do Senhor em nossas vidas. Assim como na história desse casal, assim fará grandes obras em todo aquele que crê na força do Altíssimo.
Pe. Ricardo Nienov – Pároco

Programação:
21/06 – 19h – missa na associação do bairro Municipal
19h30 – missa na escola do bairro Estação
23/06 – 17h – missa na comunidade São Pedro – Potreiro Grande
18h – missa na comunidade N. Sra. Aparecida – Assentamento
24/06 – 8h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
10h – missa na comunidade Santo Antônio – Aeroclube
10h – missa na comunidade Menino Jesus de Praga – Trilhos

Novena de São Pedro e São Paulo:
22/06 – 1ª noite – tema: Jesus Cristo: nosso salvador – 19h30 – Pregador Pe. Eduardo Haas. Após a missa, “jogo de cartelas” no salão paroquial e venda de pastel à comunidade
23/06 – 2ª noite – Missa Crioula – 19h – Celebrante Pe. Pedro Nicolau Schneider. Após a missa, jantar campeiro no salão paroquial no valor de R$ 20,00
24/06 – 3ª noite – tema: São João Batista – 19h – Pregador: Pe. Pedro José Ritter
25/06 – 4ª noite – tema: A Trindade: comunidade de amor – 19h30 – Pregador: Fábio José Christ
26/06 – 5ª noite – tema: a comunidade como primeira catequista – 19h30 – Pregador: Pe. José Augusto Schneider
27/06 – 6ª noite – tema: vocação: o convite de Jesus Cristo – 19h30 – Pregador: Pe. Eduardo Botega. Após a missa, venda de cachorro-quente à comunidade
28/06 – 7ª noite – tema: cristãos leigos: sal da terra e luz do mundo – 19h30 – Pregador: Pe. Diego Knecht
29/06 – 8ª noite – tema: como Pedro nos ajuda a sermos santos – 19h30 – Pregador: Pe. Rafael L. Groth
30/06 – 9ª noite – vigília da solenidade de Pedro e Paulo – 19h – pregador: D. Carlos Rômulo
01/07 – missa da festa – 9h30 – pregador: Pe. Ricardo Nienov – Pároco. Após a missa, almoço e, à tarde festejos populares. Animação da festa: “Banda Alegria”.

Deixe seu comentário