Por muito tempo, a história era compreendida a partir de Deus. Chamávamos inclusive a História de Teocêntrica, pois tudo girava em torno da imagem divina. Porém, com o passar dos anos e, com o advento da modernidade, mudou-se o foco e passamos a era de que tudo gira em torno do ser humano. Ele se torna a referência de tudo.
A partir dessa compreensão de mundo, as coisas criadas começam a ocupar o lugar do Criador. As realidades mundanas, as idéias e os princípios humanos tornam-se referenciais, criando uma sociedade cada vez mais relativista, na qual cada ser tem sua verdade e, partir desta, conduz os passos de sua existência.
Na liturgia desse domingo, a Palavra de Deus nos colocará diante da seguinte consciência: a primazia é de Deus. Ele é o único Senhor, não havendo nenhuma realidade que se sobre ponha a Sua essência. Não podemos tirar o lugar que é de Deus na história do mundo. As realidades mundanas têm sua autonomia, nos reafirma o Vat. II, contudo “dai a Deus o que é Deus” nos alerta Jesus.
Como podemos entender essa afirmação? O ser humano, criado a imagem e semelhança de Deus, não deverá ser subjugado e entregue e a nenhuma situação mundana. Quando perdemos a consciência de que o ser humano pertence a Deus, também já não conseguimos colocá-lo no seu devido lugar dentro da obra da criação. Percebemos que ele sempre mais está sendo entregue às ideiais e ideologias mundanas, e, por isso, entende-se sempre mais deslocado no universo, perdendo, sobretudo, o sentido de sua existência.
Portanto, neste fim de semana seremos alertados pela Palavra de Deus a não pormos nada no lugar de Deus e nem tirar de Deus aquilo que lhe pertence. Tudo é de Deus, qualquer obra criatura, mas especialmente a humanidade, que pertence tão somente ao Senhor. Não deixemos que roubem o ser humano, fazendo com se perca nos horizontes da história, perdendo a esperança e a alegria de viver.

Pe. Ricardo Nienov – Pároco
Programação:

19/10 – 14h – encontro do Cáritas no salão paroquial
19h – missa na associação do bairro Municipal
20/10 – 19h30 – missa na comunidade Santa Rita
20h – terço dos homens na igreja São Pedro e São Paulo
21/10 – 8h – formação litúrgica – Potreiro Grande
15h30 – missa na comunidade Três Santos Mártires – Passo da Amora
17h – missa na comunidade São Pedro – Potreiro Grande
19h – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
22/10 – 8h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
10h – missa na comunidade Santo Antônio – Aeroclube
10h – missa na comunidade Menino Jesus de Praga – Trilhos
19h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva c/ entrega do Pai-Nosso para os adultos
23/10 – 18h30 – preparação da liturgia do fim de semana
24/10 – 19h – missa na comunidade Sagrado Coração de Jesus – Tanac
25/10 – 19h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva

OBS: a partir desse domingo, dia 22, a missa da noite passará para as 19h30. Em virtude do horário de verão, passamos das 19h para as 19h30. Obrigado pela compreensão.

Deixe seu comentário