Foto: reprodução internet

O inverno vem chegando e, nesse frio que já faz, uma das alternativas pra esquentar o corpo é beber um chá quentinho. Tão comum nas casas brasileiras, as caixinhas com sachês costuma ser preferência devido à praticidade. Porém, existem outras opções e bem mais indicadas. Conheça algumas curiosidades dos chás e descubra como aquecer o seu inverno.

Você sabia que grande parte das bebidas que chamamos de chá, na verdade, não poderia receber essa denominação? É que, no sentido estrito da palavra, só aquele que se origina das folhas da planta “Camelliasinensis” é um chá. O nome certo para os demais é infusão.

Existe um horário indicado para cada tipo de chá. O preto estimula os neurotransmissores cerebrais e estimula a energia. É bom pela manhã, portanto. Já o verde auxilia na digestão e é ótima opção para após o almoço. Já o de camomila acalma e deve ser consumido, preferencialmente, antes do sono.

Foto: reprodução internet

Às vezes, armazenar chá em casa é um problema devido a conservação. A umidade faz com que as folhas mofem. Uma alternativa é guardar em latas. É muito importante também não deixar junto de outros produtos, como o café, já que o chá pode ter cheiro ou sabor alterados.

Não existe uma temperatura indicada para a água em todos os chás. Isso varia conforme a erva. O chá verde, por exemplo, tem como temperatura adequada para a infusão entre 60ºC e 90ºC. Já o chá preto deve ser feito com água recém fervida, ou seja, aos 100ºC.

Há quem indique não adoçar os chás. Porém, algumas pessoas não abrem mão do açúcar ou adoçante mesmo em casos de infusões cujos sabores naturais são brandos. A lógica é a mesma do café. Ao adoçar você deixa de sentir o sabor original da bebida.

Deixe seu comentário