Somente de rim, em janeiro foram feitos 33 transplantes no Hospital Dom Vicente Scherer, da Santa Casa de Porto Alegre. Crédito: reprodução internet

Após finalizar 2017 com 620 transplantes realizados, 2018 já registrou um novo recorde no número de procedimentos feitos na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Esse foi o melhor mês de janeiro da história da instituição. Foram realizados 59 transplantes, sendo 33 apenas de rim. No mesmo mês do ano passado foram 24 procedimentos a menos.

Esse período costuma ser ruim para quem depende de um órgão novo para melhorar a sua qualidade de vida e, em muitos casos, para sobreviver. Responsável pela realização de todos os transplantes de órgãos da instituição – exceto os de córneas, que acontecem no Hospital Santa Clara -, o Hospital Dom Vicente Scherer é referência no assunto. A unidade é o primeiro centro de transplantes da América Latina, com estrutura capacitada a oferecer atendimento a todos os tipos de transplantes de doadores falecidos e vivos.

Deixe seu comentário