Doença é muito perigosa às gestantes, que precisam de acompanhamento médico. Foto: reprodução internet

A Prefeitura de Santa Maria e o governo do Estado divulgaram que a cidade já teve confirmados 485 de toxoplasmose e outros 155 ainda estão em investigação. Dos casos confirmados, 41 são gestantes. Nada foi esclarecido a respeito das causas dessa epidemia.

Toxoplasmose não é transmitida diretamente entre as pessoas. Os gatos excretam os cistos nas fezes durante 7 a 15 dias após a infecção. Já por água e solo a contaminação é viável por meses.

A doença é particularmente perigosa para gestantes, que precisam de acompanhamento médico específico para que o bebê não nasça com sequelas devido a doença. Sem a confirmação do que causou a vasta transmissão de toxoplasmose na região Central do Estado, é necessário manter ainda mais atenção à prevenção.

A toxoplasmose humana é considerada uma doença de origem alimentar. O consumo de linguiças, carne mal passado, embutidos crus, verduras e água contendo cistos do protozoário pode ser responsável pela alta prevalência de toxoplasmose em algumas regiões.

Deixe seu comentário