Crédito: reprodução internet

Se você deseja eliminar as gorduras indesejadas, mas não tem tempo para atividades físicas – que seria o mais indicado – um tratamento estético e não cirúrgico promete auxiliar nesse processo. A criolipólise existe há alguns anos e o procedimento é feito a partir do congelamento de células adiposas –de gordura- para que sejam destruídas e eliminadas do organismo. Com o uso de um aparelho e baixas temperaturas, a sessão promete eliminar até 40% da gordura localizada, e o valor varia em cada clínica, podendo chegar a R$ 1.000,00. Esse método foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Riscos
Caso não seja manipulado da maneira adequada e nem aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o risco desse tipo de tratamento estético é de ocasionar queimaduras graves na pele. É necessário que um médico realize o procedimento ou acompanhe outro profissional.

Feita com a sucção e congelamento das células adiposas, cada sessão pode queimar até 40% de gordura localizada. Crédito: reprodução internet

Contraindicado
Há contraindicações para a criolipólise, e antes da sua realização, a pessoa precisa passar por uma avaliação mais detalhada. Alérgicos, pessoas com sensibilidade ao frio ou crioglobulinemia, que é uma doença relacionada ao frio, com infecções na pele ou que tenha passado por cirurgia recentemente também não devem fazer. A recomendação se estende às mulheres grávidas ou com problemas de pele decorrentes da diabetes.

Como é feito o procedimento
O aparelho, que deve ser certificado pela Anvisa, é colocado sob a superfície da pele na área escolhida, e com a sucção e resfriamento da zona, até 10°C, por aproximadamente 1h, as gorduras localizadas são congeladas. A cristalização dessas células adiposas ocasiona a morte delas e, após, sua eliminação, naturalmente, pelo sistema linfático. Essa excreção não chega a sobrecarregar o fígado, pois a quantidade de gordura levada para ser metabolizada é pequena.
A indicação é de que pelo menos três sessões sejam feitas. É preciso, também, que os intervalos entre um procedimento e outro sejam respeitados, sendo de dois meses. Os resultados aparecem em cerca de 15 dias após realização e continuam gradativamente com o passar do tempo. Oito semanas é o prazo que o organismo precisa para eliminar todas as células adiposas que foram congeladas.

O tratamento estético
A criolipólise não é um tratamento para sobrepeso obesidade. Por isso é importante estar atento ao objetivo desejado na hora de procurar uma clínica.

Deixe seu comentário