Turma de treinamento funcional do turno da manhã, com o educador físico Edgard Hironobu Alencar Ito

Qual seu objetivo ao dar o pontapé inicial e se inscrever na academia? Desenvolver capacidades físicas, como a muscular e cardiorrespiratória? Promoção da saúde? Dar aquela tonificada na musculatura e delinear o corpo? Saiba que para qualquer um desses objetivos, o treinamento funcional é um excelente aliado.

E para além dos benefícios estéticos, a prática de atividade física é importante protagonista no combate à diabetes, doenças cardiovasculares e sedentarismo. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), anualmente, 17,5 milhões morrem vítimas de doenças cardiovasculares no mundo. No Brasil, segundo apontamento da entidade, a média anual chega a 350 mil: uma vítima a cada 40 segundos. Isso, não contabilizando outras doenças crônicas que acometem a população.

De acordo com o educador físico Edgard Hironobu Alencar Ito, 28 anos, o treinamento funcional (TF) atua na preparação do corpo para movimentos do dia a dia. “Ele envolve uma série de exercícios focados nas aplicações práticas. São movimentos como puxar, empurrar, levantar, agachar, saltar, virar, andar, correr nas mais diversas situações. Podem ser utilizados também alguns acessórios como fitas elásticas, bolas suíças, halteres, cones, entre outros”, destaca.

Atualmente trabalhando como instrutor na academia PróVida, Hiro, como é conhecido, explica que o público interessado nas aulas de TF é, principalmente, aquele que opta por um treino mais dinâmico. “Os alunos que entram agora, podem iniciar um treino circuitado. Para as práticas mais avançados, é preciso ter adaptações necessárias”, destaca.

O educador ainda explica que o funcional tem sua particularidade e se diferencia da musculação e crossfit, por exemplo. “A musculação é direcionada para aumentar e manter diversos sistemas musculares do corpo, enquanto o funcional é direcionado pra maneira como esse sistema operam e produz resultados motores. O crossfit exige mais força; uma força alinhada à técnica”, afirma.

O educador físico Edgard Hironobu Alencar Ito orienta alunas de treinamento funcional

Há contraindicações?
Agacha! Salta! Segura! Agacha novamente! Cansou só de ler? Pois saiba que enquanto você realiza esses movimentos, endorfina, serotonina, adrenalina e noradrenalina são liberados no seu corpo: hormônios do prazer e gasto calórico.
O treinamento funcional ainda tem a facilidade de ser indicado a todos os públicos, segundo Hiro, com devidas adaptações e respeito às necessidades individuais.

“Para isso, é indispensável uma análise prévia do aluno antes do ingresso na prática. Para que ele possa se desenvolver gradativamente melhor, dentro de suas particularidades”, informa.

O educador também destaca o cuidado e importância da postura correta ao realizar um movimento do TF minimizando os riscos de lesões. “E que não agrave ou fortaleça alguma disfunção”, pontua.

Com duração de aproximadamente uma hora por aula, ele destaca que o treino é montado de modo que priorize o estímulo de todas as valências. Para quem desconhece o termo, valência é um conjunto de aspectos físicos, como força, velocidade, flexibilidade resistência e equilíbrio.

“Para que o treino seja dinâmico, que envolva corpo como um todo, sem perder a eficiência. Então, o TF não é apenas aplicado, tem que ser bem planejado antes da aplicação. Cada pessoa tem uma necessidade específica que deve ser trabalhada, como fortalecimento ou correção postural, por exemplo”, conclui.

Experiência com a prática
Desde 2015 sou formada em Educação Física. Sei mais do que ninguém a importância da prática para a manutenção da saúde, prevenção de doenças e longevidade de vida. Iniciei o treinamento funcional, particularmente, em busca de hábitos mais saudáveis. Em pouco mais de um mês de aulas semanais (aproximadamente 3), já noto diferença no abdômen, pernas e glúteo.

Sem contar a disposição para enfrentar minha jornada diária, que inclui levantar às 7h e ir dormir à 0h. A lista de benefícios é imensa.

Acredito que praticar alguma atividade física é sempre muito necessário, indispensável, eu diria. Os resultados são notáveis, incontáveis, desde o humor, até a musculatura e postura.

Procure sua atividade preferida e mexa-se com prazer. Até para correr em busca dos objetivos é preciso fôlego!Desde 2015 sou formada em Educação Física. Sei mais do que ninguém a importância da prática para a manutenção da saúde, prevenção de doenças e longevidade de vida. Iniciei o treinamento funcional, particularmente, em busca de hábitos mais saudáveis. Em pouco mais de um mês de aulas semanais (aproximadamente 3), já noto diferença no abdômen, pernas e glúteo. Sem contar a disposição para enfrentar minha jornada diária, que inclui levantar às 7h e ir dormir à 0h. A lista de benefícios é imensa.

Acredito que praticar alguma atividade física é sempre muito necessário, indispensável, eu diria. Os resultados são notáveis, incontáveis, desde o humor, até a musculatura e postura. Procure sua atividade preferida e mexa-se com prazer. Até para correr em busca dos objetivos é preciso fôlego!

Jéssica Coitinho

Deixe seu comentário