Foto: Reprodução da internet

Entrou em cartaz na última quinta-feira (05), no Cine Mais Arte Tanópolis de Montenegro, o filme Homem-Formiga e a Vespa. Depois do terceiro blockbuster dos Vingadores, criticado por seu enredo complicado, o novo trabalho da Marvel Studios traz aos telespectadores uma história mais leve.
Homem-Formiga e a Vespa está sendo considerado pela crítica um acerto pela abordagem irreverente e com muita ação, possível de ser compreendido e apreciado até por quem nunca leu histórias em quadrinhos.

No filme, os dois personagens principais, Scott Lang (Homem-Formiga) e Hope van Dyne (Vespa), possuem o poder de diminuírem de tamanho, fruto de experiências científicas do pai de Hope. A Vespa tem cenas engraçadas ao atuar como heroína. Com asas para voar, ela pode diminuir e aumentar objetos, os quais são arremessados nos bandidos. Essa característica da personagem foi bem aproveitada e era um dos destaques do primeiro filme.

Já o Homem-Formiga, quando está minúsculo, precisa da ajuda de moscas para se locomover, cavalgando e conduzindo telepaticamente os insetos. Porém, ele também pode aumentar de tamanho e ficar da altura de um prédio. As cenas são possíveis graças aos grandes efeitos digitais usados pela Marvel.

O filme teve sessões de pré-estreia na quinta-feira (5), nos Estados Unidos e no Brasil. É provável que a arrecadação tenha ficado entre 11 e 13 milhões de dólares nos EUA. De acordo com o site americano Deadline, o valor é maior que o obtido na primeira noite de exibições do longa original, que fez US$ 6,4 milhões em 2015.

Deixe seu comentário