Foto: reprodução internet

Este final de semana terá uma dose elevada de cultura na Fundação Iberê Camargo, na Avenida Padre Cacique, 2000, em Porto Alegre. A programação também marca o início da celebração dos 10 anos da sede da Fundação, completados na quarta-feira (30). Para isso, uma série de atividades comemorativas acontece ao longo de todo o ano.

Amanhã, dia 2, às 16h, acontece o Seminário Ponto de Fuga – programação paralela à exposição Moderna Para Sempre – Fotografia Modernista Brasileira na Coleção Itaú Cultural, que segue em cartaz. O primeiro convidado será o fotógrafo Fábio Del Re, que vai abordar o tema Fundação e(m) Obra, apresentando a série fotográfica e os registros históricos que realizou durante a construção do prédio que abriga a Fundação Iberê Camargo.

O Seminário irá acontecer sempre aos sábados, até o dia 30 de junho, trazendo debates e palestras com artistas visuais e fotógrafos para investigar a fotografia a partir de suas muitas naturezas. Aspectos artísticos, tecnológicos, históricos e contemporâneos deste meio serão explorados.

Atividades serão variadas
Ocorre ainda, às 19h, a última Piano Session, apresentando o espetáculo Obs.cenas, concebido e encenado pelos atores Arlete Cunha e Marco Fronchetti, com participação da pianista Dionara Schneider. A peça apresenta textos de Hilda Hilst e explora o tema da obscenidade, evidenciando a preocupação da poeta com a comoção humana. O roteiro desperta reflexões sobre a velhice, o esquecimento e a solidão, percebendo o ato de escrever como possibilidade de jogar com os limites da linguagem.

No domingo, dia 3, às 15h, os artistas Andressa Cantergiani e Maurício Ianês promovem uma conversa com as pesquisadoras Paola Zordan e Bruna Fetter. O debate será focado nos aspectos teóricos da performance e do corpo, da arte participativa e da crítica institucional que também fazem parte da ação-instalação Avesso, dos artistas. A obra, que sairá da exposição, provoca uma discussão sobre as instituições de arte e educação, além de suas reverberações em outros campos sociais.

Além disso, às 16h, haverá a oficina de desenho Contornando Sombras, em que as crianças e suas famílias são convidadas a desenhar suas sombras ao pôr do sol. A atividade é destinada a crianças de seis a nove anos, acompanhadas de adultos. São apenas dez vagas, com inscrições prévias. Em caso de chuva, a atividade será cancelada.

Deixe seu comentário