Neste 16 de março, data em que o Ibiá completa 35 anos, Montenegro e a região de abrangência do jornal têm o que comemorar. Mais do que isso, o jornalismo do interior tem o que comemorar. São três décadas e meia em que a Mara e a Lica lideram um trabalho incansável para que as comunidades atendidas recebam informação de qualidade e confiável, num mundo onde a notícia ‘fake’ cresce a cada dia, distribuindo informação duvidosa, quando não caluniosa.

Nestes tempos ‘bicudos’ da economia nacional, de recessão, onde muitas empresas sucumbem, é preciso destacar a capacidade empresarial de se manter no mercado por tanto tempo e sempre em evolução. Afinal, por trás do jornal que circula todos os dias nas ruas de Montenegro e região, existe uma empresa que paga altas taxas de impostos, que não param de crescer, que tem a preocupação diuturna em pagar suas contas, pagar os salários dos profissionais que atuam na empresa, pagar contas de energia, de água, etc, etc.

Nós, empreendedores da comunicação, temos a consciência de que um jornal é mais do que uma empresa. Além de todos os compromissos que as empresas têm, as dos jornais vão além, pois se envolvem no desenvolvimento das comunidades onde atuam, dão voz para os anseios dos moradores das cidades, são integradores sociais, contam histórias de sucesso e mostram as dificuldades, apontando soluções.

Fazer jornal é ter responsabilidades de pensar o desenvolvimento não só da empresa, mas das comunidades onde atuamos, pois cremos que quanto mais forem desenvolvidas as comunidades, mais espaço de atuação terão os veículos de comunicação. E, neste início do século, as mudanças empresariais são profundas e as de comunicação, em especial, vivem a travessia do impresso para as plataformas eletrônicas, que a cada dia ganham mais espaço na vida das pessoas. A informação que já foi de uma semana, quando do jornal semanal, foi para duas, três vezes por semana, passou a ser de 24 horas e hoje é em tempo real.
Nossos leitores passaram a ser nossa audiência, ávida por informação, e para atender a estas necessidades, passamos por uma transformação gigantesca de operações.

O Ibiá acompanha esta transformação de forma permanente, oferecendo aos seus leitores, seja em qual plataforma for, a informação com credibilidade, mesmo diante das dificuldades impostas em escala cada vez maior.

Felizes da comunidade de Montenegro e cidades da região que têm um veículo comprometido com a informação de qualidade e atual, que mostra a vida das pessoas, que construiu uma relação de respeito com o seu público ao longo destas três décadas e meia.

Parabéns Montenegro, parabéns região. Parabéns Mara, Lica e toda a grande família Ibiá por estes 35 anos de comunicação.

Sérgio Klafke
Diretor de Conteúdo da Folha do Mate de Venâncio Aires e presidente da Associação dos Diários do Interior do RS – ADI

Deixe seu comentário