Naquele final de verão de 1983, nascia este importante jornal, o qual, ao longo destes 35 anos, se consolidou como um dos mais importantes veículos de comunicação da região do Vale do Caí e do Estado do Rio Grande do Sul.

Impõe-se reconhecer, desde logo, que, ao longo destes anos, passou por várias transformações e desafios, sempre se adequando ao tempo e objetivando se tornar ainda mais próximo do leitor, com conteúdos acessíveis ao público em geral. Assim procedendo, demonstra um planejamento estratégico para vencer os desafios da revolução tecnológica deste século. Sabemos que, nestes tempos, as informações circulam mais rapidamente, exigindo profundidade, pluralidade, funcionalidade e transparência. Não basta informar. É necessária qualidade e credibilidade da informação.

Sua vocação histórica é a cobertura regional, focada em um jornalismo ético, comunitário, dinâmico e participativo, dando voz ao leitor urbano e rural. Assim, ao longo destes anos, é inegável a importância do Jornal Ibiá como fator de promoção do debate e da busca de possíveis soluções às demandas das comunidades, em especial, nos municípios de Montenegro, Brochier, Maratá, São José do Sul e Pareci Novo.

Seu reconhecido prestígio é fruto do trabalho abnegado de sua direção, funcionários e colaboradores. Focado na qualidade de vida das comunidades de abrangência, o Ibiá mantém um compromisso jornalístico com a verdade, buscando sempre espelhar com fidelidade os fatos noticiados, respeitando as diferentes versões.

Estamos diante de um veículo de comunicação que tem mobilizado a sociedade em prol de ações de cidadania, solidariedade e voluntariado, desenvolvendo ou apoiando uma série de eventos e projetos sociais. Nesse sentido, merece destaque o projeto “Viva Bairro”, realizado durante mais de uma década.

No ano de 1995, passei a residir no Município de Montenegro. Desde então, sou um assíduo leitor e tenho um carinho muito especial pelo Jornal Ibiá. Certamente, este sentimento é comum aos diversos leitores. Nas casas, nas empresas, nas lojas, nos bares, nas cafeterias, nos consultórios, nas barbearias, nas oficinas, entre outros locais, necessitamos e buscamos saber quais notícias estão publicadas no “Ibiá”.

A cada edição temos muitas informações e notícias: cobertura de fatos e eventos, prestação de serviços de utilidade pública ao leitor (vagas de emprego no SINE, previsão do tempo e clima na região), cobertura de festas, eventos sociais, nascimentos, aniversários, casamentos, obituário, variedades (resumo de novelas, horóscopo, palavras cruzadas).

Destaco, ainda, o editorial (expressa a opinião institucional do jornal de forma clara, precisa e didática), assuntos culturais, crônica do dia, espaço dos escritores, espaço dos leitores (oportuniza a manifestação dos leitores, comentando temas abordados ou sugerindo pautas para novas matérias), agenda diária, Cenário Político, esportes, noticiário policial, cadernos temáticos (Ibiá Mais, Saúde, Classificados), assuntos gerais sobre os mais diversos temas de interesse social.

Como ex-comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar, sou muito grato ao apoio incondicional e à forma profissional com que o jornal sempre pautou a cobertura dos assuntos referentes à segurança pública, mantendo uma linha jornalística responsável e comprometida com a verdade dos fatos. Impõe-se reconhecer que é uma característica do jornal noticiar os assuntos de violência e criminalidade sem o viés sensacionalista e midiático.

Nestes 35 anos de relevantes serviços prestados no Vale do Caí, temos a certeza de que o sucesso é fruto do trabalho sério da direção e dos funcionários que integram ou integraram a Empresa Jornalística Ibiá. Inegavelmente, é um patrimônio de todos nós!

Vida longa a este admirável jornal! Parabéns! Fraterno e afetuoso abraço!

José de Jesus Cirne da Silva
Oficial da Reserva da Brigada Militar
Bacharel em Direito

Deixe seu comentário