Foto: Vibra/Divulgação

O peso dos negócios internacionais é enorme nas atividades do Grupo Vibra, cuja sede administrativa se situa em Montenegro. O gerente de marketing da companhia, Tiago Püttem, conta que metade da produção de frango (a empresa não divulga a quantidade por questão estratégica) é embarcada para 42 países, principalmente nações do Oriente Médio — mercado que exige, por exemplo, que o processo de abate respeite preceitos muçulmanos. Acompanhe a entrevista a seguir:

Apesar de ter o Brasil como foco, Vibra tem forte penetração no Exterior, para onde exporta metade da produção. Foto: Vibra/Divulgação

Quais produtos o Grupo Vibra produz em Montenegro e que são embarcados para fora do país?
Em Montenegro temos a sede do Grupo, que reúne todas as áreas corporativas, além de fábrica de rações e operação de granjas. Nossos frigoríficos estão localizados em Sete Lagoas (MG), Pato Branco (PR) e Itapejara D’oeste (PR), de onde exportamos 50% de nossa produção para fora do Brasil, entre cortes de frango, frango inteiro e miúdos.

Para quais países a empresa exporta?
Nossos produtos são comercializados nos cinco continentes e as linhas de produtos são diferentes para atender às características de cada mercado. Nosso maior mercado é o Oriente Médio, mas também comercializamos nossos produtos para a União Europeia, China, Japão, dentre outros, além do Brasil, onde atuamos com a marca Nat., sendo um mercado foco da empresa.

No Exterior, quais são os usos/aplicações desses produtos?
Temos não somente a venda direta para o varejo, como também para distribuidores, os quais atendem clientes menores e food service.
Conte-nos uma curiosidade em relação à produção ou ao consumo do produto Vibra no mundo, considerando tantas culturas diferentes.
Um mercado estratégico para o Grupo Vibra é o Oriente Médio. Como a população em sua maioria é muçulmana, algumas práticas são diferenciadas, entre elas, o abate halal. Ele é um processo especial que respeita os preceitos mulçumanos para o processo de abate, como realizá-lo virado para a cidade de Meca e feito por muçulmanos.

O que representa para o Grupo Vibra ter penetração no mercado internacional?
O mercado externo é muito importante e estratégico para a empresa. Inclusive, em agosto do ano passado, inauguramos uma filial em Dubai, nos Emirados Árabes. Esse investimento busca atender aos clientes locais com maior agilidade e proximidade.

Deixe seu comentário