De tudo o que as empresas de Montenegro exportaram de janeiro a março deste ano, 38% era carne de frango. Foto: Vibra/Divulgação

Carnes de frango, tratores e tanino. De janeiro a março deste ano, esses foram os principais produtos exportados pelas indústrias montenegrinas, informa o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic). Os dados relativos ao mês de abril ainda não foram publicados pela pasta.

A lista de mercadorias que saem do município rumo a diversos mercados internacionais abarca até destinos como Afeganistão e Bahrein, em meio a uma lista com mais de 40 nações. Não é à-toa que a balança comercial do ministério registra que as empresas locais faturaram 112,3 milhões de dólares com exportações nos primeiros três meses deste ano. Esse valor apresenta crescimento de 11% em relação ao período de janeiro a março de 2017.

Somente em março deste ano, as vendas das fábricas de Montenegro para fora totalizaram 49,5 milhões de dólares — valor 28,85% mais alto do que o verificado em igual período de 2017, conforme o Mdic, num sinal de significativa retomada de fôlego.

A pauta de exportações divulgada pelo governo federal mostra o peso de empresas como o Grupo Vibra e a JBS Aves, porque as carnes mantém a liderança entre os produtos montenegrinos com maior penetração no mercado internacional. De tudo o que se produz na cidade e se embarca para o mundo, 38% é frango. Os tratores vêm na segunda posição, com 24% do bolo. Entre as cidades gaúchas, Montenegro é a 10ª que mais exporta, enquanto que, no ranking nacional, ocupa o 100º lugar.

Dez países para onde mais exportamos*

— Argentina
— Arábia Saudita
— Emirados Árabes Unidos
— Reino Unido
— Cuba
— Paraguai
— Uruguai
— Estados Unidos
— Holanda
— Kuweit
Observação: esses dados tomam por base a balança comercial do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, no período de janeiro a março deste ano

Deixe seu comentário