Foto: reprodução internet

Levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) relativo à inadimplência no País em abril mostra que a Região Sul teve leve redução no total de consumidores inadimplentes, na comparação com março, passando de 8,12 milhões para 8,9 milhões. Em termos percentuais, 36% da população adulta do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná apresenta alguma restrição no CPF. No país, são 62,2 milhões de consumidores negativados. Os três estados mostram retração do número de inadimplentes desde outubro passado, seja na base de comparação anual ou na mensal.

O presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, considera importante o recuo da inadimplência no Sul, embora o ritmo de queda não seja o esperado. “Temos observado que a população está preocupada em eliminar suas pendências financeiras e garantir a retomada do crédito. A crise econômica dos últimos anos fez com que milhões de pessoas tivessem algum tipo de conta inadimplente e isso causa efeitos negativos para toda cadeia produtiva brasileira. Mesmo que existam sinais evidentes de que o país está se recuperando da crise, no bolso do consumidor os efeitos disso demoram a aparecer”, analisa Koch.

Deixe seu comentário